‘Pas de Deux’ ou ‘Passo de Dois’ em português é o termo utilizado no ballet clássico para designar um trecho em que os passos de dança são efetuados por dois bailarinos.

Agora, imagine esta performance apresentada a cavalo. “É como se fosse um dueto mas a cavalo”, começa por explicar Jennifer Engering. “A musica está com três tempos e temos de ter ritmos diferentes adaptados aos cavalos. Juntar isso tudo é mais complicado do que parece”, complementa Sylvie Veninga.

Ambas montaram a performance que apresentam este ano na Santiagro. Para o espetáculo de dressage, que tem a duração de 7 minutos, os movimentos são ensaiados diariamente com os animais. O trabalho é feito com alguns meses de antecedência.

“Começamos há dois meses e meio atrás. Primeiro fizemos a música com os passos na cabeça, em separado, e depois lentamente juntamo-nos e a partir daí fomos evoluindo e os cavalos vão –se habituando”, explicam as cavaleiras que montam o lusitano ‘Grisão’ e o cruzado português ‘Top Radical’.

O espetáculo deste ano na Santiagro foi uma estreia que encheu de adrenalina os bailarinos de duas e de quatro patas.

SANTIAGRO | PAS DE DEUX

“É um momento de emoção porque é a primeira vez que os cavalos fizeram um ‘pas de deux’  juntos.  Um cavalo é mais experiente e o outro mais novo, por isso correu lindamente”, diz Sylvie Veninga que, durante o ano, dá aulas de equitação no Monte dos Carotos, em Santiago do Cacém, onde ensina os mais novos que montar a cavalo pode ser uma experiência para toda a vida

“Há muito mais coisas envolvidas nesta atividade do que montar o cavalo. Tem de se limpar, preparar e gostar do cavalo. E acima de tudo há que criar uma ligação entre o cavalo e os cavaleiros”, conclui Sylvie Veninga.

A passo, trote ou a galope – o cavalo continua a ocupar um lugar de destaque na Santiagro com espetáculos diários e uma exposição permanente, no Picadeiro, onde os visitantes podem ver algumas das melhores raças dos criadores da região.

Previous Vinhos, licores, compotas e outros sabores diretamente da horta
Next Santiagro é “investimento” com “retorno”