A Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho disse hoje, em Vila Nova de Milfontes, Odemira, que a região do Alentejo está a crescer mais do que a média nacional. A governante falava durante a inauguração da Feira Nacional de Turismo Desportivo e de Natureza.

“Estamos a ganhar dimensão e a criar emprego. O turismo está a crescer cada vez mais fora da época alta, ou seja em 2016, dois terços do nosso crescimento fez-se na época baixa e nesses meses o setor teve a capacidade de criar 39 700 postos de trabalho e está a crescer a um ritmo mais acelerado nas zonas menos turísticas: Açores, Alentejo, Centro e Porto”, revelou Ana Mendes Godinho.

Em termos de proveitos turísticos, registou-se um crescimento de 29 por cento e, no Alentejo, estão a crescer cerca de 31 por cento. “A região alentejana está a crescer a um ritmo mais acelerado do que a média nacional”, acrescentou a governante que destacou a dinâmica e a atividade turística que está a acontecer ao longo do ano.

“Está relacionado com o aumento da capacidade aérea em novos mercados que gastam mais em Portugal e com o turismo de natureza que se destinam a públicos diferentes, que gastam mais durante algum tempo e descobrem destinos que tradicionalmente não estavam nas rotas turísticas. Devo referir também a grande capacidade do turismo desportivo trazer para Portugal estágios e atividades fora da época alta”, sublinhou.

Visita aos expositores da FEI~TUR

A governante, que celebrava a saída de Portugal do procedimento por défice excessivo, agradeceu ao presidente da Câmara de Odemira, José Alberto Guerreiro, pela dinâmica implementada no setor turístico. “Saio daqui com uma visão de futuro porque aquilo que há dez anos estava estagnado, hoje, tem vida e um forte investimento público que acompanha o investimento privado”, sublinhou a governante.

Ana Mendes Godinho, aproveitou a cerimónia de inauguração da FEI ~TUR para anunciar a aprovação de duas candidaturas, no âmbito da linha de financiamento que visa combater a litoralização excessiva, à qual o município de Odemira se candidatou.

“Odemira é um dos municípios que apresentou mais candidaturas e posso anunciar que foram aprovadas duas, o projeto wi-fi gratuito e a melhoria dos circuitos da Rota Vicentina em paralelo com a dinamização dos produtos tradicionais”, adiantou.

Cerimónia de inauguração da FEI~TUR

Para o presidente da Câmara Municipal de Odemira, José Alberto Guerreiro, o objetivo do município passa por “criar uma região com diferenciação e diversidade”. De acordo com o autarca, Odemira tem natureza e um conjunto de empresários que “têm conseguido criar emprego e desenvolver um conjunto de atividades que dinamizam o turismo”, acrescentou.

Se para José Alberto Guerreiro os destinos constroem-se com as pessoas, cabe ao município investir não só na sua promoção como em projetos que possam atrair turistas. “O município tem em curso uma candidatura de 1200 quilómetros de BTT que ligará o litoral ao interior. Já temos financiamento assegurado e trata-se de um projeto de cerca de 600 mil euros”.

“Na barragem de Santa-a-Clara, que já tem uma praia balnear com bandeira azul, vamos construir um Núcleo Náutico e por todo o concelho requalificamos os postos de turismo. A rede de ecovias vai ser apresentado em breve”, concluiu.

Uma dinâmica aplaudida pelo presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva. “Turismo não é só alojamento e se há município na linha da frente é Odemira onde há uma forte oferta de produtos alternativos e onde existe esse grande projeto como a Rota Vicentina”, adiantou.

A feira arrancou esta sexta-feira e vai proporcionar, ao longo de três dias, várias atividades para os visitantes. Hoje está previsto o concerto de Luísa Sobral, no palco principal da FEI~TUR.

 

 

 

Previous Empresários com expectativas elevadas para os três dias de Fei~Tur
Next Programa de actividades intensifica-se este sábado na FEI~TUR